São Raimundo Nonato - PI

Acusado de atear fogo na ex-companheira é preso no Sul do Piauí

Após a vítima denunciar o acusado, a juíza Patrícia Luz Cavalcante, da Vara Núcleo de Plantão de São Raimundo Nonato, expediu um mandado de prisão preventiva contra ele.

Thais Guimarães
Teresina
- atualizado

Um homem identificado pelas iniciais G.L.S. foi preso na madrugada desta terça-feira (14) na zona rural de São Raimundo Nonato, acusado de atear fogo contra a ex-companheira, em uma tentativa de feminicídio. O fato teria acontecido no dia 04 de julho, no município de João Costa.

As informações foram repassadas ao GP1 pelo capitão Vilson, subcomandante da 2ª Companhia do 11º Batalhão da Polícia Militar do Piauí. De acordo com o oficial, o indivíduo praticou o crime e fugiu para São Raimundo Nonato.

“Ele foi para São Raimundo Nonato, e lá foi capturado por outra situação, aí foi feita uma vistoria na ficha dele e foi detectado que ele tinha cometido esse crime aqui na região do município de João Costa, parece que ele mora em São João do Piauí”, afirmou o capitão.

Após a vítima denunciar o acusado, a juíza Patrícia Luz Cavalcante, da Vara Núcleo de Plantão de São Raimundo Nonato, expediu um mandado de prisão preventiva contra ele.

Segundo consta no relatório do mandado de prisão, a vítima fez exame de corpo de delito no dia 08 de julho, onde foram constadas graves queimaduras em seu corpo. O sujeito em questão já estava proibido de se aproximar da ex-companheira, após a Justiça determinar uma medida protetiva em favor da mulher.

“Nós fizemos buscas, foi expedido o mandado de prisão dele, fizemos buscas desde ontem pela manhã, mas não o encontramos, a Força Tática ficou em diligência e quando foi na madrugada desta terça-feira tivemos o êxito de prender o mesmo, ele foi detido e levado para o Distrito Policial”, declarou o capitão Vilson.

Mais conteúdo sobre: