Regeneração - PI

Acusado de invadir casa da ex e matar homem em Regeneração vira réu

Na decisão o juiz Alberto Franklin afirmou que existem elementos suficientes para permitir a acusação de Antônio Diego Ferreira de Vasconcelos, com base no inquérito policial que foi instaurado.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O juiz de direito Alberto Franklin de Alencar Milfon, da Vara Única da Comarca de Regeneração, recebeu no dia 4 de dezembro denúncia da Delegacia de Polícia de Regeneração contra Antônio Diego Ferreira de Vasconcelos, suspeito de esfaquear a ex-namorada Dayane Alves Guimarães e assassinar o companheiro dela, Luís Carlos de Sousa Silva, no dia 27 de outubro deste ano no município.

Na decisão o juiz afirmou que existem elementos suficientes para permitir a acusação de Antônio Diego Ferreira de Vasconcelos, com base no inquérito policial que foi instaurado e coletou provas contra o acusado.

  • Foto: Divulgação/PM-PIAcusado (à esquerda) entrou pelo teto da casaAcusado (à esquerda) entrou pelo teto da casa

“Há respaldo probatório mínimo a permitir a acusação, conforme é possível extrair dos documentos que instruem o Inquérito Policial n. 010.530/2019, da narração fática da denúncia e dos depoimentos colhidos durante a fase extrajudicial, que demonstram a dinâmica do evento, que, por sua vez, poderão ser levados ao contraditório pela defesa durante eventual instrução processual”, afirmou Alberto Franklin.

O juiz destacou que a denúncia preenche os requisitos necessários, por isso decidiu receber a denúncia e decidiu determinar que o acusado se manifeste sobre a ação, onde “poderá arguir preliminares e alegar tudo o que interesse à sua defesa, oferecer documentos e justificações, especificar as provas pretendidas e arrolar testemunhas, até o máximo de 8 (oito), qualificando-as e requerendo sua intimação quando necessário”.

Entenda o caso

Antônio Diego Ferreira de Vasconcelos foi preso no dia 27 de outubro, suspeito de ter esfaqueado a ex-companheira, identificada como Dayane Alves Guimarães e assassinado o atual companheiro dela, Luís Carlos de Sousa Silva, com facadas na região das nádegas no município de Regeneração.

Conforme relatos de testemunhas à Polícia Militar, o suspeito invadiu a residência de Dayane Alves pelo telhado e em seguida partiu para cima do casal, que estava no interior do imóvel. Depois de cometer o crime se evadiu para a casa de um familiar, onde acabou preso durante uma ação conjunta entre a PM de Água Branca, Regeneração e Amarante.

O companheiro de Dayane ainda chegou a dar entrada no hospital, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Antônio foi preso no dia do crime, no entanto, foi posto em liberdade porque o juiz de direito da Vara Núcleo de Plantão de Floriano, Ronaldo Paiva Nunes Marreiros, não homologou o auto de prisão em flagrante e relaxou a sua prisão por falhas constantes no documento policial. No dia 30 de outubro o juiz de direito Alberto Franklin de Alencar Milfon, da Vara Única da Comarca de Regeneração, decretou a prisão preventiva.

Suspeito já foi condenado por furto

Diego estava em liberdade provisória desde o mês de junho de 2019, quando juiz de direito da Vara Única da Comarca de Regeneração, Alberto Franklin de Alencar Milfont, revogou sua prisão preventiva em face do crime de furto qualificado. Ele já havia sido condenado em 2016, a seis anos de prisão em outro processo por crime de furto.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Juiz manda prender acusado de invadir casa e matar homem em Regeneração

Juiz solta acusado de invadir casa da ex e matar homem em Regeneração

Acusado de invadir casa e matar homem é preso em Regeneração