José de Freitas - PI

Acusados de matar homem e atear fogo são presos em José de Freitas

As investigações apontaram que o homicídio se deu em razão de uma dívida que Raimundo Alexandre possuía com a vítima, que no dia do crime resolveu cobrá-lo.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Três pessoas foram presas na manhã desta quarta-feira (14), acusadas de assassinar um homem identificado como Leonardo Lima Batista com tiro na cabeça e, em seguida, atear fogo em um Fiat Siena com o corpo da vítima dentro do veículo, no povoado Riacho do Cipó, localizado na rural de José de Freitas no último dia 30 de janeiro deste ano.

De acordo com a Polícia Civil, os acusados que foram identificados como Francisco Lucas, Raimundo Alexandre e Jefferson dos Santos executaram Leonardo a tiros dentro de uma residência, localizada no bairro Nossa Senhora do Carmo, e depois do crime resolveram atear fogo no carro da vítima, que teve o corpo completamente carbonizado.

  • Foto: Divulgação/PC-PIVeículo onde o corpo da vítima foi carbonizadoVeículo onde o corpo da vítima foi carbonizado

As investigações apontaram que o homicídio se deu em razão de uma dívida que Raimundo Alexandre possuía com Leonardo, que no dia do crime resolveu cobrá-lo. Para a Polícia Civil, provavelmente a dívida está relacionada com o tráfico de drogas.

Os policiais cumpriram o mandado de prisão contra Raimundo Alexandre em sua residência, no bairro Suco de Uva, em José de Freitas, e os demais já estão reclusos por crime de roubo.

NOTÍCIA RELACIONADA

Corpo carbonizado em José de Freitas será identificado por exame de DNA

Corpo carbonizado é encontrado dentro de veículo em José de Freitas

Mais conteúdo sobre: