Teresina - PI

“Agradecer a Deus”, diz Ítalo Barros sobre pesquisa do Instituto GP1

Ítalo agradeceu aos teresinenses pela lembrança, mas destacou que muitas pessoas ainda permanecem indecisas quanto ao voto para vereador.

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O vereador Ítalo Barros (PSDB) comemorou o resultado da pesquisa do Instituto GP1, divulgada nessa semana, que o mostrou entre os nomes mais lembrados para a Câmara Municipal. Ele agradeceu a lembrança dos teresinenses.

“Eu quero agradecer a Deus pela oportunidade, a população de Teresina pelo reconhecimento do nosso trabalho que fizemos durante nosso mandato, mas precisamos lembrar que a pesquisa de vereador é espontânea, o número de indecisos é muito alto e acredito que muitos fatores ainda vão mudar e vamos, na medida do possível, estar sempre no nível. Apesar de ciumeiras, vamos para cima sempre”, declarou o tucano.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Italo BarrosItalo Barros

O parlamentar voltou a falar sobre o clima de animosidade observado na Casa. Para Ítalo, o fato de estar pontuando e aparecendo como um dos vereadores mais lembrados nas sondagens, acabou desencadeando alguns episódios nada republicanos entre os colegas de parlamento.

“Enquanto éramos apenas vereador da Câmara Municipal de Teresina, não passávamos por isso. Mas agora que estamos em um partido que tem evidência, que tem outros bons candidatos, geralmente acontece esse desconforto. Mas tenho feito sempre minha parte, tentando fazer aquele trabalho e tenho orgulho de falar que não dependemos do poder público, diferente de outros candidatos. Não precisa de ciumeira”, afirmou.

NOTÍCIA RELCIONADA

Instituto GP1: confira os nomes mais citados para vereador de Teresina

Mais conteúdo sobre: