Teresina - PI

Alça da Ponte Wall Ferraz segue interditada após rachaduras

O tráfego foi interditado após um deslizamento de terra que provocou rachaduras no asfalto de uma das alças da ponte.

ANDRESSA MARTINS
DE TERESINA
- atualizado

Via da alça da ponte Wall Ferraz segue interditada após rachadura

Uma das vias da ponte Wall Ferraz, no sentido da Maternidade Evangelina Rosa para Avenida dos Ipês, segue interditada. O tráfego foi interditado após um deslizamento de terra que provocou rachaduras no asfalto de uma das alças da ponte, por volta de meio-dia da última quarta-feira (11).

O deslizamento se deu por conta de uma erosão, causada pelas fortes chuvas que aconteceram nos últimos dias no estado. Durante uma vistoria, na manhã de quarta-feira (11), membros da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) perceberam a rachadura na ponte.

O engenheiro Angelo Cavalcante, da SDU Leste, explicou que as rachaduras não comprometem a estrutura da ponte. “A estrutura da ponte, pelo que a gente observou, não está apresentando nenhum risco. O problema está pontual. Aqui o que pode acontecer é uma erosão que pode vir a danificar um pouco do acesso que da ponta para a avenida. Mas nós estamos monitorando e após passar o inverno, a gente vai fazer a verificação e analisar qual o tamanho efetivo do estrago”, disse.

Calamidade

Na manhã desta quinta-feira (12) o prefeito Firmino Filho fez uma visita aos locais afetados pelas chuvas na capital, como a ponte Wall Ferraz, Vila Mandacaru, Estação de Bombeamento da Vila Mocambinho e o calçadão da Avenida Marechal Castelo Branco.

Na ocasião, Firmino falou sobre o decreto de calamidade que será encaminhado nos próximos dias. “O decreto é necessário para minimizar os problemas das famílias, realizar pequenas obras e também vamos buscar a solidariedade do Governo Federal”, afirmou.

Mais conteúdo sobre: