Altos - PI

Altos realiza programação em homenagem ao Dia contra o Trabalho Infantil

Com o tema “Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar”, o evento faz parte de uma série de atividades que a Prefeitura realiza desde o início da semana em referência à data.

A Prefeitura de Altos, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania, e em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, realizou, nesta quarta-feira (12), um ciclo de palestras em alusão ao Dia Mundial contra o Trabalho Infantil. Com o tema “Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar”, o evento faz parte de uma série de atividades que a Prefeitura realiza desde o início da semana em referência à data.

A palestra "Trabalho Infantil e Políticas Públicas: considerações sobre o trabalho infantil informal, doméstico e familiar" - ministrada pelo procurador do Trabalho Edno Carvalho Moura - abriu o ciclo de palestras. Em seguida, a auditora fiscal Vera de Araújo Moura Fé ministrou a palestra "O Papel da Auditoria Fiscal do Trabalho na Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil". Durante a semana, também foi realizada uma panfletagem sobre a temática em vários pontos do Centro de Altos.

  • Foto: Divulgação/AscomPrefeitura de Altos realiza programação em alusão ao Dia Mundial contra o Trabalho InfantilPrefeitura de Altos realiza programação em alusão ao Dia Mundial contra o Trabalho Infantil

A prefeita de Altos, Patrícia Leal, participou do evento e falou das ações realizadas em Altos contra o trabalho infantil. “Trabalhamos esse tema durante todo o ano em órgãos como o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, além dos Conselhos e da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania. Mas, nesta semana, atuamos mais enfaticamente para conscientizar e fortalecer que o trabalho infantil não deve ser incentivado ou aceito pela sociedade”, comenta.

  • Foto: Divulgação/AscomPrefeita Patrícia Leal participa do eventoPrefeita Patrícia Leal participa do evento

A secretária municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania, Fátima Leal, destaca que “esse trabalho é resultado de um esforço conjunto de vários parceiros, mas toda a população pode e deve contribuir nessa conscientização contra o trabalho infantil”, conclui.