Alagoinha do Piauí - PI

Bandidos explodem caixa do Bradesco e queimam carro em Alagoinha do Piauí

Como o terminal estava quebrado não havia dinheiro no local.

Brunno Suênio
Teresina
Nathalia Carvalho
Teresina
- atualizado

Bandidos estouraram na madrugada desta quarta-feira (27) um caixa eletrônico do Bradesco no município de Alagoinha do Piauí e na fuga incendiaram um veículo na saída cidade, na PI 455, rodovia que dá acesso a BR 343.

Em entrevista ao GP1, o cabo Manoel afirmou que por volta de 22h a Polícia Militar foi acionada, dando conta que duas pessoas que estavam em uma motocicleta efetuaram disparos de arma de fogo, na saída da cidade.

“A viatura se deslocou e a princípio não encontrou ninguém, mas por volta de 3h da madrugada, possivelmente, a mesma moto com mais três carros retornaram a cidade e queimaram um carro na descida de Alagoinha, fechando a entrada da cidade”, contou.

Logo em seguida o grupo estourou o caixa eletrônico e ainda efetuou disparos de arma de fogo para cima, no entanto, como o terminal estava quebrado não havia dinheiro no local. “O levantamento deles foi mal feito, tempos alguns suspeitos e a princípio tem até umas pessoas que podem estar ligados a cidade como informantes, mas essas informações a gente vai repassar para o delegado Aureliano”, completou. Até o momento, não há registro de pessoas presas.

O presidente do Sindicato dos Bancários do Piauí, Odaly Medeiros, afirmou que esta é a quarta ocorrência de ataque a bancos em 2020 no estado. “No ano de 2019 registramos 6 assaltos e explosões em agências bancárias no Piauí e em 2018 foram 27 ocorrências, onde houve uma redução significativa, por isso batalhamos para garantir melhores condições de trabalho e segurança para os empregados e clientes bancários”, pontuou o presidente.

O Sindicato ainda ressalta que vem cobrando a implementação da Lei de Segurança Bancária (Lei 6168 de 2012), que estabelece vários dispositivos de segurança, entre os quais o monitoramento eletrônico 24 horas pela Polícia Militar.

Mais conteúdo sobre: