Santa Cruz do Piauí - PI

Barroso Neto diz que denúncia de Rubem Martins é jogo político

"Isso não passa de revanchismo político, de jogo político por ter perdido a eleição para mim no ano passado. Ele está inconformado porque o irmão dele foi candidato a vice e perdeu",disse o prefeito.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

Em entrevista ao GP1 nesta sexta-feira (3), o prefeito de Santa Cruz do Piauí, Barroso Neto, afirmou que a denúncia apresentada pelo deputado estadual Rubem Martins (PSB) ao Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) se trata apenas de um jogo político porque seu irmão perdeu a eleição em 2016 e disse que não há nenhuma irregularidade na licitação feita para realização do Festival de Cultura de Santa Cruz do Piauí.

O direito de resposta do prefeito é com base na matéria divulgada nesta sexta-feira, intitulada “Deputado Rubem Martins denuncia prefeito por fraude em licitação”. Segundo o parlamentar, antes mesmo da licitação ter sido realizada, uma empresa já tinha começado a instalar tendas, os banheiros químicos e um dos palcos no local do evento. Ele ainda criticou a realização de uma festa quando o município está em situação de emergência.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Prefeito de Santa Cruz do Piauí, Barroso NetoPrefeito de Santa Cruz do Piauí, Barroso Neto

O prefeito afirmou que esse é um evento tradicional no município e que é a única festa realizada durante todo o ano pela prefeitura. “Esse evento é tradicional no município, que não foi a nossa administração que criou, e tem mais de três décadas de existência, sendo a única festa que a prefeitura municipal promove o ano inteiro. É um investimento que o município faz nessa festa, envolvendo tanto o lado festivo, como o religioso, pois aqui temos uma procissão que recebe inúmeros romeiros, onde temos esse evento religioso e a parte festiva. A nossa administração, para esse ano, inovamos ainda mais, promovendo cultura. Antes a festa era Santa Cruz Folia e agora coloquei como Festival de Cultura de Santa Cruz do Piauí, exatamente para inovar, agregar valor a festa, com apresentações artísticas, de grupos de balé, com quilombolas. Junto com essa promoção de cultura tem essa festa dançante que acontece há mais de 30 anos em outras gestões e na minha não poderia ser diferente. A festa foi um sucesso de público, teve 15 mil pessoas por noite”, destacou.

Ele acredita que o fato do irmão de Rubem, Inaldo Nunes Martis, ter perdido a eleição é um dos fatores para a apresentação da denúncia. Inaldo foi candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada por Santino Xavier. O prefeito Barroso Neto não poupou críticas ao deputado estadual.

“No caso desse denunciante, o deputado Rubem Martins, isso não passa de revanchismo político, de jogo político por ter perdido a eleição para mim no ano passado. Ele está inconformado porque o irmão dele foi candidato a vice e perdeu. Ele está inconformado porque o povo do Piauí vai dar uma resposta a para ele no próximo ano. Está inconformado ainda mais pelo sucesso que foi o festival. Eu acredito que ele é da turma dos pessimistas, em que cada vez mais quer é perseguir”, criticou.

O prefeito disse que irá provar que não há nenhuma irregularidade na licitação. “A nossa administração está tranquila, estamos à disposição dos órgãos de controle, a licitação foi feita dentro dos dispositivos legais. A licitação ocorreu de acordo com a lei, não teve nada [de errado]. A gente está com todas as documentações prontas para serem apresentadas [ao TCE]. Esse denuncismo não passa de jogo político para a população. O povo está satisfeito com a festa e que nos próximos anos, o deputado se preocupe em trazer emendas, para que a gente possa fazer cada vez mais. Ele acha que é dono do mundo, e que vai resolver tudo na pressão e isso não vai acontecer”, disse o prefeito ao GP1.