Teresina - PI

Bolsonaro pede ajuda de piauienses para oficializar partido Aliança

"O nosso querido Brasil, um país que está dando certo, os números da economia têm mostrado que isso é uma realidade, estamos reconquistando a confiança", garantiu o presidente.

Jonas Carvalho
Teresina
- atualizado

Por meio de um vídeo exibido durante o primeiro encontro de apoiadores do Aliança pelo Brasil no Piauí, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), garantiu o crescimento da economia nacional e convocou a população piauiense para ajudar a oficializar a legenda. O evento aconteceu na manhã desse domingo (27), no Centro de Convenções Atlantic City, em Teresina.

A intenção da comissão organizadora do evento era contar com a presença do Chefe do Executivo nacional. No entanto, a agenda oficial do Governo na Índia impediu a viagem do presidente à capital do Piauí que mandou um recado para os apoiadores do partido.

“Falando de política, para fazê-la precisamos criar um partido e o momento é esse, ter um partido para dizer que é um partido do Brasil, é um partido que representa a aliança pelo Brasil. E nós, para atingirmos esse objetivo, temos que formá-lo, ir atrás de assinaturas, apoiadores e é o que vocês estão fazendo no momento. Eu fico bem feliz com isso porque demonstra a confiança que vocês têm em nosso trabalho também”, garantiu o presidente.

A viagem de Bolsonaro ao país asiático tem como intuito reforçar a aliança entre os dois países com a assinatura de 15 atos de cooperação. Quanto ao Brasil, o presidente ressaltou o retorno da confiança do mercado estrangeiro, refletindo de forma positiva na economia do Estado.

“Olá amigos do Piauí, Jair Bolsonaro, estou aqui na Índia fazendo mais uma viagem internacional, se Deus quiser vai ser coroado com muito sucesso também. O nosso querido Brasil, um país que está dando certo, os números da economia têm mostrado que isso é uma realidade, estamos reconquistando a confiança interna e externamente, isso é muito bom para todos nós”, finalizou.

Coleta de assinaturas

O evento foi realizado com o objetivo de coletar assinaturas para que consiga ser registrado como partido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para isso o Aliança pelo Brasil precisa conseguir 492 mil filiações em no mínimo 9 estados brasileiros. Se conseguir até março essas assinaturas, é possível que participe das eleições deste ano, caso não consiga, então terá que esperar o próximo pleito.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Aliança pelo Brasil realiza coleta de assinaturas em Teresina

Brasil e Índia assinam acordos e destacam 'ideologias parecidas'