Economia e Negócios

Brasileiro deve gastar em média R$ 670 na Black Friday, diz pesquisa

No total, 27% dos participantes indicam que devem fazer suas compras parceladas no cartão de crédito e 63% devem optar pelos pagamentos à vista, seja no crédito ou dinheiro.

- atualizado

A Black Friday de 2019 será a oportunidade que 55% dos brasileiros esperam para adquirir aquele sonho de consumo com preços mais baixos. Esse é um dos destaques da pesquisa realizada pela Vivo Ads em parceria com a GFK, empresa focada em estudos de mercado, sobre as expectativas de compra na Black Friday desse ano.

O levantamento da Vivo Ads e GfK mostra que o ticket médio de compra deve ficar em torno de R$ 670. No total, 27% dos participantes indicam que devem fazer suas compras parceladas no cartão de crédito e 63% devem optar pelos pagamentos à vista, seja no crédito ou dinheiro. As lojas físicas ainda serão a principal escolha na hora de efetivas as compras, com 41% da preferência, mas 34% do público afirma que devem comprar tanto no meio presencial quanto online. Compras apenas em lojas virtuais devem ficar em torno de 25%.

Os números mostram ainda que 16% pretendem antecipar compras de Natal e 19% querem aproveitar os preços mais baixos mesmo que não estejam precisando de nada específico. O estudo indica que 55% dos brasileiros* devem aproveitar o período para adquirir eletrônicos, que são objeto de desejo de 68% dos respondentes. Roupas e acessórios aparecem na segunda posição, seguidos pelos cosméticos e produtos de beleza.

Esta é a segunda pesquisa de intenção de compras realizada por Vivo Ads e GfK para a Black Friday. A primeira foi em 2017 e agora a Vivo Ads, plataforma de mobile advertising da Vivo, retoma a realização do estudo, dentro da estratégia de reforçar mais uma opção de serviço que pode oferecer ao mercado publicitário.

A Vivo Ads está no mercado desde 2016 e oferece ao mercado publicitário soluções de mídia inovadoras para a comunicação de marcas com seus clientes, com formatos únicos para campanhas de vídeo, geolocalização, mídia programática, geração de leads, instalação de aplicativos e navegação patrocinada.

Mais conteúdo sobre: