Regeneração - PI

Cabo da PM é preso em Regeneração acusado de realizar assaltos

O policial identificado como Rogaciano Gonçalves de Oliveira foi preso na madrugada deste sábado (25). Ele utilizava uma espingarda para cometer os assaltos.

Jonas Carvalho
Teresina
- atualizado

Um cabo da Polícia Militar identificado como Rogaciano Gonçalves de Oliveira foi preso, na madrugada deste sábado (25), dentro de casa, na cidade de Regeneração, acusado de realizar assaltos a mão armada utilizando uma espingarda 5.5, em cidades da microrregião do Médio Parnaíba, na noite de ontem (24).

Segundo informações da Polícia Militar, o cabo passou por processo de tratamento psicológico e por isso estava afastado de suas atividades no Grupamento da PM de Palmeirais, onde é lotado.

  • Foto: Divulgação/PM-PIPolicial RogacianoPolicial Rogaciano

Segundo o tenente-coronel Cordeiro, comandante do 18º BPM, o policial realizou dois assaltos antes de ser preso. “A prisão do cabo foi feita após ele ter cometido um assalto em um estabelecimento comercial no povoado Iscas, município de São Pedro e depois ter se deslocado até a cidade de Agricolândia, onde fez um assalto em um bar no centro da cidade e mais um na comunidade Buraco D’água, sendo que nesse último uma das vítimas reagiu e conseguiu tomar a arma utilizada por ele: uma espingarda de pressão”, disse o comandante.

O cabo foi autuado na Delegacia Regional de Policial Civil de Água Branca e em seguida, conduzido para o presídio militar em Teresina.

Esfaqueado

No último dia 14 de maio, Rogaciano foi esfaqueado na região da barriga por um possível desafeto. Segundo informações da PM, o policial militar estava em um posto de combustíveis quando foi perseguido por um homem identificado como Sebastião Maravilha, que desferiu as facadas sobre o abdômen do cabo.

Na ocasião, o PM foi encaminhado para o hospital de Palmeirais e depois levado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Prisão em 2018

Rogaciano foi preso em Palmeirais, em maio de 2018, pela Força Tática da Polícia Militar de Água Branca acusado de desacato a autoridade superior e ameaça.

De acordo com informações da PM na época, a guarnição foi acionada por uma mulher, que afirmou ter sido agredida e extorquida pelo policial no município de Regeneração. Os PMs então se deslocaram à procura do suspeito e ao chegarem até ele, foram agredidos verbalmente e fisicamente pelo militar.

* Colaboração do jornalista Valdomiro Gomes

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Cabo da Polícia Militar é perseguido e esfaqueado em Palmeirais

Policial é preso após agredir PMs na cidade de Palmeirais

Mais conteúdo sobre: