Teresina - PI

Carlos Augusto diz que não tem ansiedade para assumir cargo no Governo

O nome de Carlos Augusto chegou a ser cogitado para a secretaria de Segurança, mas, o governador decidiu deixar a pasta sob o comando do deputado federal Fábio Abreu (PR).

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O deputado estadual eleito coronel Carlos Augusto (PR) disse, durante entrevista ao GP1,neste final de semana, que deseja permanecer na Assembleia Legislativa do Piauí e que não tem ansiedade para assumir cargo no Governo Wellington Dias (PT). Ele adiantou que não chegou a conversar com o governador sobre o assunto, mas, antecipou que o objetivo nesse momento é, juntamente com os demais deputados do PR, formar um bloco para dar condições para que Wellington Dias tenha governabilidade.

“Até o momento nós ainda não sentamos com o governador para discutir essa situação, a palavra está com ele. A gente, como o partido todo, tem interesse de fazer um bloco para dar apoio as ações do governador Wellington Dias. Mas não tem essa discussão de cargo ainda. Na verdade eu quero exercer e me dedicar ao meu mandato. Aprender como exercer da melhor maneira possível o mandato que o povo me concedeu. Não tenho ansiedade para assumir cargo”, disse o Coronel.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Carlos AugustoCarlos Augusto

O nome de Carlos Augusto chegou a ser cogitado para a secretaria de Segurança, mas, o governador decidiu deixar a pasta sob o comando do deputado federal Fábio Abreu (PR). “Eu tenho como principal compromisso a Segurança e esse é o tema que vai pautar o meu mandato. Não temos pressa para tratar sobre cargos, fusão de secretarias, enfim. Essas decisões cabem somente ao governador”, frisou Carlos Augusto.

NOTÍCIA RELACIONADA

Carlos Augusto quer orientação de Wellington para votação da Alepi