Barras - PI

Cheia do Rio Marataoan deixa famílias ilhadas na zona rural de Barras

Em entrevista ao GP1, Francisco Sampaio, coordenador do GAV, contou que praticamente toda a zona rural do município está ilhada, só sendo possível chegar até as famílias em canoa ou botes.

Fábio Wellington
Teresina
- atualizado

A PI 110 rodovia que liga as cidades de Barras a Miguel Alves, região Norte do Piauí, está interditada. Situação ocasionada após o nível da água no Rio Marataoan ultrapassar a cota de inundação. Na região a travessia de pessoas só é possível por meio de canoa.

Em entrevista ao GP1, Francisco Sampaio, coordenador do Grupo de Apoio Voluntário (GAV), contou que praticamente toda a zona rural do município está ilhada, só sendo possível chegar até as famílias em canoa ou botes. O prefeito da cidade, Carlos Monte, já decretou situação de emergência no município.

  • Foto: Divulgação/GAVSocorristas resgatam moradores de áreas de risco em Barras Socorristas resgatam moradores de áreas de risco em Barras

“Eu não consigo dizer o número preciso de pessoas afetadas, mas até o nosso último levantamento eram 2 mil pessoas com algum problema em decorrência da cheia do Rio Marataoan. Temos essa dificuldade com os números de pessoas, porque tem localidades que a gente não conseguiu ir ainda por conta do isolamento. Entre Barras e Miguel Alves o rio está passando por cima da ponte impossibilitando a passagem de veículos”, relatou Francisco Sampaio.

Ainda de acordo com o coordenador, na sexta- feira (13), pela manhã o nível do rio tinha diminuído a velocidade com que estava subindo, mas com a chuva da noite de ontem, que durou cerca de 2h, a expectativa é que o nível volte a subir rapidamente.

“Recebemos os dados da chuva de ontem e foi registrado aqui no município 79 milímetros. Uma quantidade muito grande para uma cidade que já apresenta pontos de alagamento. Foi registrado também uma grande precipitação em Teresina e isso deve interferir ainda mais na cheia do rio aqui em Barras”, finalizou Sampaio.

NOTÍCIA RELACIONADA

Carlos Monte decreta situação de emergência após alagamentos em Barras