Altos - PI

Colisão entre caminhão do Carvalho e moto deixa mulher morta na BR 343

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta de 9h30 desta quinta-feira (03).

Brunno Suênio
Teresina
Bárbara Rodrigues
Teresina
Andressa Martins
Teresina
- atualizado

Colisão envolvendo dois veículos deixa uma pessoa morta na BR 343

Um acidente envolvendo uma motocicleta e um caminhão do Grupo Carvalho deixou uma idosa, identificada como Maria das Graças Laurindo, de 66 anos morta e seu esposo, Francisco Pereira Barbosa de 76 anos gravemente ferido, na manhã desta quinta-feira (03), na BR 343, no Povoado Surubim, na cidade de Altos. Ela estava na garupa da moto, quando ocorreu a colisão.

De acordo com informações do inspetor Tony Carlos, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta de 9h30. O motociclista tentou realizar uma conversão à esquerda sem se posicionar no acostamento e acabou sendo colhido na traseira pelo caminhão, que permaneceu no local.

  • Foto: Divulgação/PRFIdosa morre em acidente na BR 343Idosa morre em acidente na BR 343

"O condutor da motocicleta mora no local do acidente, bem à margem da BR 343. Ele vinha do lado oposto. Em vez de parar no acostamento da direita para aguardar o fluxo de veículos, que é o que a norma exige, ele atravessou a pista, o lado da contramão, para pegar o acesso da sua casa, que é à margem da BR. A carreta vinha atrás e houve a colisão. A carreta bateu de lado a motocicleta, arrastou por cerca de 40 a 50 metros', explicou o inspetor.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e resgatou o piloto da motocicleta, que foi encaminhado para o Hospital Regional de Altos.

O trecho onde ocorreu o acidente é uma reta e parte da via foi bloqueada para que a perícia realizasse os trabalhos no local. Profissionais do Instituto Médico Legal (IML) foram deslocados de Teresina para remover o corpo da vítima.

Motorista se evadiu

Ainda segundo inspetor, o motorista do caminhão se evadiu do local. A PRF aguarda o prazo de cinco dias para que o motorista se apresente e conte sua versão.

“O motorista da carreta desceu do veículo e ao perceber o que ocorreu, evadiu-se do local. E a gente está terminando os levantamentos. Vamos esperar o prazo de cinco dias a apresentação do condutor, para ouvir a versão dele”, finalizou.

Mais conteúdo sobre: