Teresina - PI

Condenado por estupro coletivo no Piauí é preso após trocar tiros com PM

Conforme o sargento Roberval Silva, a prisão ocorreu após a expedição de um mandado de prisão contra o indivíduo.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Um dos condenados pelo envolvimento no estupro coletivo ocorrido em Castelo do Piauí, no ano de 2015, foi preso nesta quinta-feira (10), acusado de efetuar disparos de arma de fogo contra um sargento da Polícia Militar na região do bairro Promorar, zona sul de Teresina.

Conforme o sargento Roberval Silva, da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar do Piauí (PM-PI) – CIPM – a prisão do acusado foi realizada por meio de mandado de prisão em decorrência de uma troca de tiros, que o suspeito realizou contra um policial militar que estava de folga.

“Ele é acusado de ter trocado tiros um policial de folga e foi atingido. Isso não ocorreu recentemente, isso foi um evento anterior. Hoje o indivíduo foi preso, pois havia um mandado de prisão contra ele. Depois da prisão, confirmamos que ele participou do estupro coletivo em Castelo do Piauí”, informou.

Após o cumprimento do mandado de prisão, a equipe do comando da CIPM conduziu o acusado para a Central de Flagrantes. Em seguida ele será levado para o sistema prisional.

Soltura em 2018

Em setembro de 2018, três condenados pelo estupro coletivo de quatro garotas em Castelo do Piauí tiveram liberdade concedida em audiência de custódia. A decisão foi da juíza Elfrida Costa Belleza Silva, da 2ª Vara da Infância e Juventude de Teresina.

Na época, ainda menores de idade, eles estavam internados no Centro Educacional Masculino desde o último dia 21 de setembro de 2015. Em decorrência do término do prazo de 3 anos, estipulado para o cumprimento da medida de internação, a Justiça decidiu, portanto, conceder a liberdade assistida.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Condenado por estupro coletivo em Castelo do Piauí é preso pela PM

Juíza solta condenados por estupro coletivo em Castelo do Piauí

Mais conteúdo sobre: