Piauí

Convênio entre Seduc e Bolshoi concede formação de alunos

Por meio do convênio, firmado desde o ano de 2005, a Seduc investe o valor equivalente a dois salários mínimos e meio por aluno, além de remunerar a Mãe Social e manter a Casa Social.

Os estudantes que participam do programa ficam hospedados na 'Casa Social', sob a supervisão da professora Eusilene da Rocha Ferreira, que é a 'Mãe Social' desses jovens. Lá os alunos têm garantido o acesso ao ensino regular e também recebem benefícios como alimentação, transporte, uniformes, figurinos, atendimento fisioterápico e assistência médica.

Por meio do convênio, firmado desde o ano de 2005, a Seduc investe o valor equivalente a dois salários mínimos e meio por aluno, além de remunerar a Mãe Social e manter a Casa Social.

Ao todo, sete alunos do Piauí participam do projeto em Joinville, destes, quatro são da rede estadual de ensino: Izabela de Andrade dos Santos, (14 anos), João Vitor Sousa Gonçalves (14 anos), João Vitor dos Santos (16 anos) e Kevin Gabriel da Silva Madeira (16 anos).

De acordo com Amparo Veloso, técnica da Gerência de inclusão e Diversidade da Seduc, este ano os alunos piauienses foram destaque nas apresentações artísticas da escola Bolshoi e avançam na formação. "Foi um ano muito produtivo, nossos alunos foram aprovados e agora irão cursar o 6º ano de uma formação de oito anos," avaliou.

Os alunos chegaram em Teresina para o período de férias, que se estende até o mês de fevereiro. No momento os jovens já se encontram sob responsabilidade da família. Uma equipe da Seduc entregou boletins e relatórios sobre o ano letivo de 2017 e a evolução de cada estudante.

O retorno às atividades em Joinville está previsto para o dia 14 de fevereiro e o início das aulas para o dia 15.

Mais conteúdo sobre: