São Luís - MA

Corpo de pastor é encontrado enterrado em quintal de casa no MA

A suspeita é de que a motivação do crime tenha sido vingança, pois Mackson teria um caso com a esposa de Saulo.

Jeyson Moraes
Teresina
Victória Xavier
Teresina
- atualizado

O pastor evangélico e técnico em informática Mackson da Silva Costa, de 37 anos, que estava desaparecido desde a sexta-feira (11), foi encontrado morto e enterrado no quintal de uma casa em São Luís-MA. A residência é de Saulo Pereira Nunes, de 38 anos, que foi preso e confessou para a polícia ter assassinado o pastor.

De acordo com a Polícia Civil do Maranhão, a vítima foi morta a facadas e o crime foi passional. Saulo se passou por sua mulher nas redes sociais para atrair a vítima, que foi até o local e morto. O corpo foi encontrado enterrado e envolvido por cimento no quintal da casa de Saulo.

A polícia chegou até o local após conferir as últimas mensagens no celular do pastor e também pelo carro da vítima, que estava próximo a residência de Saulo. O acusado confessou o crime e foi até o local mostrar onde enterrou o corpo do pastor.

A suspeita é de que a motivação do crime tenha sido vingança, pois Mackson teria um caso com a esposa de Saulo.

Mackson trabalhava em uma empresa de assistência técnica em informática que prestava serviços para a Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA). Além disso, também era pastor de uma igreja evangélica no bairro do João Paulo. Ele desapareceu na sexta-feira (11) após sair do local de trabalho.

Segundo a família, no dia do desaparecimento ele trabalhou pela manhã e antes de ir até sua residência para almoçar na Vila Palmeira, em São Luís, disse que ia a uma agência bancária no bairro João Paulo para fazer uma operação. A partir daí não manteve mais contato com os parentes.

Mais conteúdo sobre: