Política

Corrupção eleitoral: 150 pessoas estavam na fila para receber dinheiro

Foram apreendidos cerca de R$ 15 mil em dinheiro e foi aberto inquérito policial

Do GP1

Fonte - O Estado de São Paulo

Trinta pessoas foram presas sob acusação de corrupção eleitoral na cidade de Fronteiras (PI), na última sexta-feira. Após receber uma denúncia anônima, o promotor eleitoral Francisco Túlio Ciarlini Mendes constatou a distribuição de dinheiro na Prefeitura de Fronteiras a um grupo de 150 pessoas que estavam na fila para receber o dinheiro.

Foram apreendidos cerca de R$ 15 mil em dinheiro e foi aberto inquérito policial. Segundo o promotor, ficaram caracterizados também a captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico.

Entre os presos estão Manuel de Sousa Néri, secretário municipal e irmão do ex-prefeito de Picos Zé Néri, e Maria Keyla Ribeiro de Alencar Rocha, nora do prefeito de Fronteiras, Osmar Sousa (PDT), candidato à reeleição. A juíza Nilcimar Rodrigues de Araújo Carvalho, que responde pela Comarca de Fronteiras, estipulou pagamento de fiança e os dois foram colocados em liberdade. A pena prevê até quatro anos de reclusão e pagamento de cinco a quinze dias-multa.

A prefeitura informou que não iria se manifestar. O Estado não conseguiu localizar os advogados dos acusados.