Teresina - PI

Covid-19: procurador abre investigação contra empresa Taguatur

A portaria nº 386.2020 foi assinada pelo procurador do Trabalho Edno Carvalho Moura, nessa quarta-feira (29).

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O Ministério Público do Trabalho no Piauí instaurou inquérito civil contra a Taguatur, empresa de transporte coletivo, acusada de descumprir medidas de proteção estabelecidas para o retorno das atividades econômicas estabelecidas no Protocolo de Segurança do Estado para evitar a disseminação do novo coronavírus (covid-19).

O objetivo é investigar denúncia de que a empresaviola a legislação justrabalhista ao não adotar as medidas sanitárias estabelecidas para o funcionamento da atividade e não ofertar ao trabalhador as condições sanitárias de conforto e segurança no local de trabalho.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Garagem da TaguaturGaragem da Taguatur

O procurador destacou que se verídicas, as irregularidades relatadas têm repercussão coletiva e envolve interesses transindividuais de trabalhadores.

A portaria nº 386.2020 foi assinada pelo procurador do Trabalho Edno Carvalho Moura, nessa quarta-feira (29).

Outro lado

Nenhum responsável pela empresa foi localizado pelo GP1.

NOTÍCIA RELACIONADA

Ônibus voltam a circular com frota reduzida em Teresina após acordo