Política

Defesa recorre contra decisão de Fachin e pede liberdade de Lula

O pedido, desta sexta-feira (13), é assinado por Sepúlveda Pertence, Cristiano Zanin e os demais advogados que compõem a defesa.

WANESSA GOMMES
DE TERESINA

- atualizado

A defesa do ex-presidente Lula entrou com recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão do ministro Edson Fachin que negou seguimento à reclamação contra a prisão do petista, protocolada há uma semana. O pedido, desta sexta-feira (13), é assinado por Sepúlveda Pertence, Cristiano Zanin e os demais advogados que compõem a defesa.

  • Foto: Jose Lucena/Futura Press/Estadão ConteúdoEx-presidente LulaEx-presidente Lula

Além da reconsideração da decisão que negou seguimento à reclamação, os advogados pedem que seja expedido o alvará de soltura de Lula, e um salvo conduto para que o ex-presidente possa aguardar em liberdade até que sua prisão seja “fundamentada”.

Caso Fachin não reconsidere, a defesa pede que o recurso seja analisado na Segunda Turma do STF. Por último, se não forem atendidos os primeiros requerimentos, eles querem a concessão de um habeas corpus “de ofício” para Lula.

O ex-presidente foi condenado no processo do famoso triplex do Guarujá, a 12 anos e um mês de reclusão que começaram a ser cumpridos no último sábado, 7, em Curitiba (PR).

MATÉRIAS RELACIONADAS

Sérgio Moro decreta prisão de Lula e dá até amanhã para petista se entregar à PF

Supremo Tribunal Federal rejeita HC e autoriza prisão de Lula

Ex-presidente Lula diz que sua prisão é "absurda" e um "sonho de consumo" de Sérgio Moro

TRF4 mantém condenação de Lula e aumenta pena para 12 anos de reclusão

MAIS NA WEB