Polícia

Delegacias da Mulher têm queda no registro de ocorrências em 2020

O número de feminicídios tambem caiu de janeiro a julho deste ano foram registrados 13 casos.

Nathalia Carvalho
Teresina
- atualizado

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-PI), por meio do Núcleo de Estatística e Análise Criminal, divulgou um levantamento nesta quarta-feira (09) informando que o número de registros de crimes nas Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher no Piauí apresentou uma redução neste ano.

De acordo com o resultado, a frequência mensal de registros de Boletins de Ocorrência vem demonstrando uma diminuição a cada mês. O estudo foi baseado em informações constadas no Sinesp e leva em consideração a quantidade de BO’s registrados, não o número de crimes.

Do dia 1° de janeiro até o dia 30 de julho foram registrados 2.567 boletins, nesse mesmo período no ano passado foram contabilizados 3.229, ou seja, houve uma redução de 20,50% em relação a 2019.

Em contrapartida, de janeiro a julho deste ano foram 530 denúncias e acionamentos realizados por meio do aplicativo Salve Maria, no mesmo período em 2019 esse número foi 16,36% melhor, com 444 registros. Analisando os meses de isolamento social, entre março e julho, o levantamento revelou um aumento dos registros feitos por meio do aplicativo, foram 452 denúncias e acionamentos do botão do pânico.

Foi registrada ainda uma queda no número de feminicídios no Piauí. Em todo o estado foram contabilizados, desde o primeiro mês do ano, 13 casos de feminicídios, já em 2019, mesmo período, foram 17 casos.

Mais conteúdo sobre: