Política

Deputado Celso Jacob é preso no Aeroporto de Brasília

O parlamentar é considerado culpado pelos crimes de falsificação de documento público e dispensa indevida de licitação.

SUYNARA OLIVEIRA
- atualizado

Nesta terça-feira (06), o deputado federal Celso Jacob (PMDB-RJ) foi preso por agentes da Polícia Federal ao desembarcar em Brasília. De acordo com o gabinete do parlamentar, o deputado foi levado para a Superintendência da Polícia Federal no Distrito Federal.

No dia 23 de maio, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a prisão de Jacob. O parlamentar é considerado culpado pelos crimes de falsificação de documento público e dispensa indevida de licitação para construção de creche quando era prefeito de Três Rios (RJ), em 2002.

  • Foto: Luís Macedo/Câmara dos DeputadosCelso JacobCelso Jacob

O Supremo condenou Jacob a sete anos e dois meses de prisão e o pagamento de multa. Em 2009, o deputado foi condenado pela primeira vez pela Justiça estadual Fluminense. O ministro Edson Fachin, relator do caso, delegou para a Vara de Execuções Penais de Brasília o cumprimento do mandado de prisão.

De acordo com a Veja, Fachin também enviou ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, cópia da sua decisão no Supremo. Em razão da condenação, o deputado perderá o mandato e os direitos políticos.