Teresina - PI

Edson Melo diz que PSDB quer reforçar chapa feminina em 2020

“Nós queremos formar uma chapa forte e para formar uma chapa hoje em dia com 43 candidatos, que é a possibilidade, desses 43 tem que ser em torno de 12 ou 13 candidatas mulheres", falou Edson Melo.

Jonas Carvalho
Teresina
Germana Chaves
Teresina

Na manhã desta quarta-feira (17), durante entrevista ao GP1, o vereador Edson Melo (PSDB) falou sobre a candidatura de mulheres tucanas que devem concorrer a uma vaga na Câmara Municipal em 2020.

Em 2016, apenas três vereadoras - Graça Amorim, Cida Santiago e Teresa Britto [eleita deputada estadual em 2018]- conquistaram vaga na Casa ao serem reeleitas. Para o ano que vem, Edson prevê a presença de candidatas próximas ao Palácio da Cidade concorrendo a uma das 29 cadeiras disponíveis.

“Com relação à candidatura de mulheres, tem várias auxiliares do prefeito que estão fazendo um trabalho muito importante junto à população e que podem ser candidatas. Eu não vou citar nomes, mas vocês conhecem. São as secretárias que são mulheres e fazem parte da equipe do prefeito”, disse.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Edson MeloEdson Melo

Para tanto, o vereador revelou que a legenda esbarra na dificuldade de preencher a cota de mulheres que devem ser lançadas para a disputa proporcional. De acordo com o parlamentar, 13 vagas são destinadas ao sexo feminino.

“Nós queremos formar uma chapa forte e para formar uma chapa hoje em dia com 43 candidatos, que é a possibilidade, desses 43 tem que ser em torno de 12 ou 13 candidatas mulheres, então, isso aí não é fácil. Todos os partidos têm dificuldade. Nós estamos incentivando as pessoas que têm alguma militância política que se filiem ao partido. O PSDB é um partido muito atrativo”, finalizou o tucano.

Mais conteúdo sobre: