Ciência e Tecnologia

Empresa de moderação de conteúdo encerra contrato com Facebook

O fim do contrato acontece após o site The Verge publicar reportagens mostrando as condições de trabalho dentro da companhia Cognizant.

Por  Estadão Conteúdo

A empresa Cognizant, que prestava serviço de moderação de conteúdo para o Facebook, encerrou o seu contrato com a rede social, afirma o site The Verge. A companhia tinha uma equipe de milhares de pessoas responsável por remover publicações com conteúdos inapropriados como discurso de ódio e terrorismo – a Cognizant também trabalha para o Google e para o Twitter.

O fim do contrato acontece após o The Verge publicar uma série de reportagens em 2019 mostrando as condições de trabalho dentro das sedes nas cidade de Phoenix e Tampa, nos Estados Unidos. De acordo com o site, alguns funcionários da companhia em Phoenix foram diagnosticados com estresse pós-traumático por lidarem diariamente com imagens perturbadoras. Além disso, de acordo com a reportagem, vários trabalhadores disseram que foram ameaçados por colegas e que temiam por sua segurança.

Em maio, o site publicou que os funcionários de Tampa também conviviam com abuso moral por parte dos gerentes, e que vários casos de abuso sexual foram arquivados pela empresa.

A Cognizant afirmou que vai cumpri o contrato com o Facebook até 2020, e encerrá-lo após o vencimento. Um porta-voz da Cognizant disse ao The Verge que a empresa “compõe uma pequena porcentagem dos esforços globais de revisão de conteúdo do Facebook". O Facebook disse que aumentará o número de moderadores que trabalham em outras empresas terceirizadas, como a Genpact.

Mais conteúdo sobre: