Teresina - PI

Entregador tem moto incendiada por criminosos e pede ajuda em Teresina

O jovem, de apenas 24 anos, tem um filho de 1 ano e 7 meses e está impossibilitado de trabalhar.

Andressa Martins
Teresina
- atualizado

Durante da pandemia do novo coronavírus (covid-19), onde as regras de isolamento social fizeram aumentar os pedidos de delivery, entregadores sofrem com a insegurança em Teresina. Além de muitos não possuírem vínculo empregatício nem com o restaurante e nem com a empresa de aplicativo, os entregadores ainda correm risco de sofrer acidentes e ser assaltados.

Foi o caso do motoboy Alexandre Júnior, que na noite da quarta-feira (1) foi vítima de um assalto e teve sua motocicleta roubada e incendiada pelos bandidos enquanto fazia uma entrega no bairro Morada do Sol, na zona leste da capital.

  • Foto: Reprodução/ FacebookMotoboy Alexandre JúniorMotoboy Alexandre Júnior

“Fui surpreendido por dois bandidos que me fecharam com uma arma apontada na minha cabeça, levaram meu celular, a moto e a bag, que estava com entregas dentro. Graças a Deus saí ileso com ajuda de um vigilante que estava fazendo ronda e ao ver a situação, acelerou e jogou farol alto, os bandidos se evadiram”, contou.

  • Foto: Reprodução/ FacebookMoto de Alexandre JúniorMoto de Alexandre Júnior

A motocicleta do entregador foi encontrada incendiada. O jovem, de apenas 24 anos, tem um filho de 1 ano e 7 meses e está impossibilitado de trabalhar desde então. Alexandre Júnior então iniciou uma campanha nas redes sociais pedindo ajuda para comprar uma nova moto.

Para ajudar o motoboy, as doações podem ser feitas em conta poupança da Caixa Econômica, agência 2004, Operação 013, conta 00094419-9. Para doações de alimentos e produtos para o bebê, Alexandre disponibiliza o contato (86) 98851-9628.

Mais conteúdo sobre: