Barreiras do Piauí - PI

Escola municipal funciona em casa de palha em Barreiras do Piauí

O auditor da Divisão de Fiscalização da Educação, Emílio Assunção, destacou ainda que o proprietário do imóvel, onde fica a escola, recebe R$ 250,00 mensais da prefeitura pela locação.

Wanessa Gommes
Teresina

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) realizou, no final do mês de maio, uma fiscalização in loco em escolas de 11 municípios que estão com atos de autorização vencidos ou descredenciados pelo Conselho Estadual de Educação.

Um colégio, em especial, chamou das equipes da Divisão de Fiscalização da Educação (DFESP1). Trata-se da Escola Municipal João Cassiano, na localidade de Várzeas, zona rural do município de Barreiras do Piauí, que é administrada pelo prefeito Mauricio Neto Parente Lacerda, mais conhecido como Mauricin.

  • Foto: Divulgação/TCE-PIEscola Municipal João CassianoEscola Municipal João Cassiano

A fiscalização constatou que na escola, onde estudam 17 alunos distribuídos no ensino fundamental (1º ao 5º ano), não há banheiros, as paredes são feitas de barro, teto de palha e que o chão é de barro batido.

  • Foto: Divulgação/TCE-PIÀ esquerda o local onde os alunos utilizam como banheiro e à direita a sala de aulaÀ esquerda o local onde os alunos utilizam como banheiro e à direita a sala de aula

O auditor da Divisão de Fiscalização da Educação, Emílio Assunção, destacou ainda que o proprietário do imóvel, onde fica a escola, recebe R$ 250,00 mensais da prefeitura pela locação.

O município é o único que é descredenciado do Sistema de Ensino do Estado do Piauí.

Outro lado

A secretária municipal de Educação, Larissa Silva Duailibe, e o prefeito de Barreiras do Piauí, Maurício Neto, mais conhecido como Mauricin, não atenderam as ligações.