Política

EXCLUSIVO! Supremo Tribunal Federal instaura inquérito contra Wellington Dias e Lucile Moura

O inquérito de nº 3363 foi autuado no dia 17 de novembro, com 529 páginas. O relator do inquérito no STF é o Ministro Celso de Mello.

DA REDAÇÃO DO GP1

O Supremo Tribunal Federal instaurou mais um inquérito contra o Senador da República, Wellington Dias. O inquérito de nº 3363 foi autuado no dia 17 de novembro, com 529 páginas procedente de uma Comarca piauiense.

O senador está sendo investigado por prevaricação. No mesmo inquérito figura como investigada por crimes contra a vida a ex-presidente da Engerpi, Lucile de Souza Moura. O processo é autoria da Procuradoria Geral de Justiça do Piauí. O relator do inquérito é o Ministro Celso de Mello.

Imagem: Divulgação / GP1Ex-governador Wellington Dias(Imagem:Divulgação / GP1)Ex-governador Wellington Dias

Inquéritos no STF

Está desde 06 de junho com a Subprocuradora Geral da República, Cláudia Sampaio Marques, para parecer, o inquérito que investiga o senador Wellington Dias por peculato, art. 312, caput e § 1º do Código Penal.

A pena prevista para o crime é reclusão de 02 a 12 anos, e multa. O Inquérito de nº 3196 tramita no Supremo Tribunal Federal, o relator é o ministro Luis Fux.
Imagem: ReproduçãoLucile Moura, ex-presidente da Emgerpi(Imagem:Reprodução)Lucile Moura, ex-presidente da Emgerpi
A investigação teve início através de um Inquérito instaurado na Polícia Federal, no Piauí, em 2007 para investigar possíveis irregularidades na contratação da obras do metrô de Teresina.

O Senador Wellington Dias é alvo de outra investigação no STF. O inquérito 2625 é oriundo de Mato Grosso, possui 04 volumes e 04 apensos no total de 917 páginas. Pesa sobre o senador a acusação de corrupção ativa e formação de quadrilha ou bando. O Deputado Federal Nazareno Fonteles e o Deputado Estadual Pastor Gessivaldo Isaías também são investigados. O inquérito tramita em segredo de justiça.

Mais conteúdo sobre: