Piauí

Exploração sexual contra crianças e adolescentes é tema de seminário em Teresina

Intitulado Violência Sexual contra a Criança e Exploração sexual cono Adolescente, o seminário vai abordar vários crimes praticados contra a população infanto-juvenil.

DO GP1

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Comercial contra Crianças e Adolescentes será lembrado em Teresina por meio de um seminário que vai ser realizado no auditório da Coordenadoria Regional de Saúde Leste Sudeste, nesta quarta-feira (19), a partir das 15 horas. Promovido pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) da Prefeitura de Teresina, o evento vai reunir profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF) e representantes de instituições hospitalares, da assistência social, da saúde, do Conselho Tutelar e da educação.

Intitulado Violência Sexual contra a Criança e o Adolescente, o seminário vai abordar vários crimes praticados contra a população infanto-juvenil. Violência: uma epidemia silenciosa será o tema de abertura do evento, que também destacará questões ligadas ao Serviço de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Sexual e vigilância da violência, com exibição de vídeos, entre outras atividades.

Durante o evento, previsto para encerrar às 17h30 desta quarta-feira, Rita Portela, da Coordenação Municipal de Saúde do Homem e da Mulher, irá apresentar a Rede de Atenção Integral à Criança e Adolescente em Situação de Violência.

Segundo Izabel Paiva, da Regional de Saúde Leste Sudeste, o seminário deve reunir cerca de 60 participantes, com destaque para a presença de agentes comunitários de saúde de 28 áreas da ESF. “Vamos trabalhar com a atenção básica a questão da abordagem quando há indícios de violência contra esse público infanto-juvenil, destacando as ações de prevenção da violência sexual e a promoção da saúde”, explica.

Devem participar também do encontro profissionais dos hospitais do Satélite, Dirceu Arcoverde, Maternidade Wall Ferraz, Núcleo de Doenças e Agravos Não-Transmissíveis da FMS, Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e Assistência Social e Secretaria Municipal de Educação.

18 de Maio – O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes foi instituído em 18 de Maio de 2000, através da lei 9.970. A Data lembra a capixaba Araceli Cabrera Sanches, que foi sequestrada, em 18 de maio de 1973, então com oito anos, drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família de Santa Catarina.

O Comitê Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes revela que, apesar da cobertura da mídia e do especial empenho de alguns jornalistas, o caso ficou impune. A menina Araceli só foi sepultada três anos depois. “O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes vem manter viva a memória nacional reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as suas Aracelis.”