Teresina - PI

Fábio Novo: "medida mais razoável para o momento é adiar as eleições"

O assunto vem dividindo opiniões, alguns líderes políticos defendem eleições unificadas, outros apenas o adiamento, mas o certo é que esse impasse deve perdurar por um bom tempo.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O pré-candidato à Prefeitura de Teresina, deputado estadual licenciado Fábio Novo (PT), disse que a possibilidade de adiamento das eleições, como sinalizam o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia e o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, se apresenta como a medida mais razoável para o momento de crise causado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Penso ser a medida mais razoável para o momento duro que atravessamos, adiar as eleições”, disse o secretário ao GP1 nessa segunda-feira (25). O assunto vem dividindo opiniões, alguns líderes políticos defendem eleições unificadas, outros apenas o adiamento, mas o certo é que esse impasse deve perdurar por um bom tempo. Em junho o Congresso promete discutir o destino do pleito municipal.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Fábio NovoFábio Novo

Composição

O governador Wellington Dias (PT-PI) tem feito um trabalho discreto de articulação para definir o partido que irá compor a vaga de vice na chapa que será liderada por Fábio Novo. Nesse contexto, o Solidariedade tem sido visto como prioridade para compor a vaga em questão.

O presidente do Solidariedade, deputado estadual Evaldo Gomes, chegou a dialogar com Wellington e, apenas de nenhuma confirmação oficial, são grandes as chances de PT e SDD estarem juntos no processo eleitoral deste ano.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Fábio Novo diz que diálogo com SDD sobre vice está adiantado

Vice de Fábio Novo será escolhido após definição de aliados

Assis Carvalho discute vice de Fábio Novo com Wellington Dias