Ciência e Tecnologia

Fabricante de câmeras Nikon encerra as atividades no Brasil

Empresa garante que continuará prestando assistência técnicas para produtos fotográficos com garantia válida, mas que os produtos serão reparados nos EUA.

Por  Estadão Conteúdo
- atualizado

A fabricante de câmeras e equipamentos fotográficos Nikon anunciou nesta segunda-feira, 17, que encerrou suas atividades no Brasil. A empresa já não vendia mais seus produtos no País desde 31 de dezembro do ano passado, devido a uma reestruturação global da companhia.

Em nota, a Nikon garantiu que produtos fotográficos com garantias válidas continuarão sendo feitas pelo Grupo Nikon. Para isso, as solicitações de reparo e assistência técnica precisarão ser feitos por um formulário online no site brasileiro da marca. Quando necessários, os serviços serão feitos pela empresa nos Estados Unidos.

Já sobre os acessórias e a assistência técnica das linhas de produtos de microscopia serão atendidos pela empresa BioLab Brasil. “Os outros distribuidores para microscópios educacionais e clínicos, Spectrun, Hoven e PMH permanecerão inalterados”, disse a Nikon no comunicado.

No fim do ano passado, a Nikon já tinha anunciado que deixaria de vender seus produtos pelo site. À época, a empresa disse que a decisão fazia parte de uma reestruturação global.

“A Nikon Corporation está otimizando as estruturas de Pesquisa e Desenvolvimento (R&D), Vendas e Fabricação em uma reestruturação em escala global”, disse a empresa, em nota divulgada em seu site.

Mais conteúdo sobre: