Teresina - PI

Família consegue transferência de gêmeos para o Lucídio Portella

“Já estamos aqui no Lucídio Portella. Estamos sendo bem atendidos. O Kaleb está em coma desde quinta-feira, já o Kauã o estado de saúde dele é estável”, informou Luana Maria, mãe das crianças.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

Os gêmeos Kaleb e Kauã, de cinco meses, foram transferidos na sexta-feira (12) para o Hospital Infantil Lucídio Portella, em Teresina, após a família conseguir na Justiça, por meio da Defensoria Pública do Estado, uma liminar determinando que o Governo do Estado realizasse a transferência dos gêmeos que estão internados em estado grave. Kaleb está em coma e Kauã está estável.

O GP1 tem acompanhado a história dos gêmeos que nasceram de forma prematura. A família denunciou que as crianças ficaram internadas por quatro dias na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Oeiras após pegarem uma forte gripe. Luana Maria, mãe dos bebês, disse que nesse período as crianças não foram medicadas o que acabou gerando uma pneumonia de alto grau. Ela explicou que com a repercussão do caso as crianças foram encaminhadas para o Hospital Deolindo Couto.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Hospital Infantil Lucídio PortellaHospital Infantil Lucídio Portella

Por oito dias a família tentou conseguir a transferência dos gêmeos para o Hospital Infantil Lucídio Portella, em Teresina, mas sem sucesso. Na ocasião, a direção do hospital informou que aguardava a liberação de vagas para que a transferência fosse realizada. A Defensoria Pública do Estado atuou no caso e conseguiu uma liminar garantindo em 24h a transferência, mas novamente a família esbarrou em novos obstáculos.

“Acabou o prazo e eles não estavam querendo transferir meus filhos, mesmo com a liminar. Falei com o pessoal da direção que eu iria na polícia registrar um Boletim de Ocorrência afirmando que eles não estavam cumprindo com a liminar. Depois disso, uns 40 minutos depois o diretor chegou e disse que conseguiu a transferência. Isso na sexta-feira a noite”, explicou Luana.

A família agora aguarda a melhora dos gêmeos de cinco meses. “Já estamos aqui no Lucídio Portella. Estamos sendo bem atendidos. O Kaleb está em coma desde quinta-feira, já o Kauã o estado de saúde dele é estável”, informou a mãe das crianças.