Brasil

Família do Ceará procura mulher que está desaparecida há 30 anos

Recentemente, após colocar a foto dela em uma página no Facebook, uma pessoa entrou em contato informando que Maria José estava em Teresina. 

Jeyson Moraes
Teresina
Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

Antônia Cláudia entrou em contato com o GP1, na manhã desta terça-feira (08), pedindo ajuda para localizar a sua irmã, identificada como Maria José, que está desaparecida há mais de 30 anos. Ela relatou que recebeu a informação de que, recentemente, a irmã poderia estar em Teresina. A família é de Maracanaú, no estado do Ceará.

De acordo com Antônia, a irmã foi entregue para uma família pelo pai assim que nasceu. “Ela é gêmea, inclusive, quando ela nasceu, meu pai deu ela para uma família que a entregou para um casal de Itauá, no Ceará, mas eles já faleceram e não temos informações” comentou.

  • Foto: DivulgaçãoAntônia de Souza e a filha ao lado da foto de Maria José, desaparecidaAntônia de Souza e a filha ao lado da foto de Maria José, desaparecida

A última vez que Antônia viu a irmã foi no ano de 1985. Recentemente, após colocar a foto dela em uma página no Facebook, uma pessoa entrou em contato informando que Maria José estava em Teresina.

“Eu coloquei uma foto dela informando que ela estava desaparecida em um grupo do Facebook e uma senhora disse que a conhecia e que ela estava em Teresina. Eu tentei entrar em contato com ela, mas ela nunca mais me respondeu”, relatou.

Quem tiver alguma informação sobre o paradeiro de Maria José pode entrar em contato com a filha de Antônia, Erislange Souza, por meio do número: (85) 98953-5399.