Entretenimento

Faustão se irrita e diz que não vai mais cantar música da Globo

Enquanto a atriz Fernanda Torres falava sobre a violência no Rio de Janeiro, Faustão a interrompeu e iniciou as críticas.

ANDRESSA MARTINS
DE TERESINA
- atualizado

Durante o programa Domingão do Faustão de ontem, o apresentador Fausto Silva voltou a criticar a política brasileira. Enquanto a atriz Fernanda Torres falava sobre a violência no Rio de Janeiro, Faustão a interrompeu e iniciou as críticas.

“Isso já está acontecendo em outros lugares do Brasil, não é exclusividade do Rio de Janeiro. Realmente a situação é pior por lá, mas como o poder público é incompetente e corrupto, ele não passa ao público, não sabe comunicar, nem mesmo essa Reforma da Previdência, que é necessária, eles são tão imbecis que não sabem comunicar”, disse o apresentador irritado.

  • Foto: Facebook/Fausto SilvaApresentador Faustão Apresentador Faustão

O apresentador criticou também a música tema de fim de ano da Rede Globo, afirmando que desde 1995 as pessoas estão “clamando por felicidade”. “Por isso eu encho o saco de falar, eu não canto mais essa ‘p’ de ‘hoje é um novo dia’”, disse revoltado.

“Aqui na Globo eu não canto mais, não é novo dia ‘p’ nenhuma. O dia que tiver, eu volto aqui. Não tenho cara de pau de cantar isso”, disse. Os governantes também foram criticados pelo global. “Hoje é o grito do desespero, de uma sociedade que não conta com poder público. O Brasil é o único lugar que o governo não faz nada por você, ele rouba você. Tem que mudar”, concluiu indignado.

Mais conteúdo sobre: