Batalha - PI

Fivela de cinto salva vida de PM baleado em delegacia no Piauí

O disparo foi efetuado por um indivíduo que estava se auto mutilando na cidade e foi levado para a delegacia por não apresentar documento de identificação.

Laura Moura
Teresina
- atualizado

O cabo Lima Filho, da Polícia Militar de Batalha, sofreu uma lesão no abdômen após ser baleado dentro da delegacia do município na última segunda-feira (31). O autor do disparo de arma de fogo irá prestar depoimento na manhã de hoje (02) na Delegacia Regional de Esperantina.

Em entrevista ao GP1, o delegado Dênnis Sampaio, da Delegacia de Polícia Civil de Batalha informou que o cabo foi baleado por um homem que estava se automutilando na cidade. “Ele não é de Batalha, é uma pessoa desconhecida. Os policiais levaram o indivíduo para o hospital, onde recebeu os primeiros socorros e como ele não possuía nenhum documento de identificação, o levaram para a delegacia”, informou.

Então, os oficiais o colocaram em uma sala, só que ele se recusou a entrar. “Ele reagiu, conseguiu ter acesso a arma do policial, que estava destravada, e efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu o colete e, em seguida, a fivela do cinto do cabo. O oficial ainda sofreu uma lesão no abdômen”, completou o delegado.

O homem se identificou como Francinaldo Ferreira de Oliveira Filho, disse que mora em Teresina e tinha como destino o município de Luzilândia. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de tentativa de homicídio. Mas, ainda cabe a Polícia Civil se certificar que a identificação do indivíduo é correta.