Teresina - PI

FMS investiga morte de macacos por febre amarela em Teresina

Foram encaminhadas amostras de sangue dos macacos ao Instituto Evandro Chagas, no Pará.

Cinara Taumaturgo
Teresina
- atualizado

A Fundação Municipal de Saúde está investigando a morte de macacos nos últimos meses em Teresina. Foram colhidas oito amostras de sangue dos macacos e enviadas ao Instituto Evandro Chagas, no Pará, nesta sexta-feira (1º). .

Segundo a gerente de zoonose da FMS, Oriana Bezerra, essa é uma medida de prevenção e vigilância, tomada pelo órgão. “Nós fazemos inicialmente um exame diagnóstico para raiva. Se deu positivo, encaminhamos para o Instituto Pasteur para saber qual o tipo de variante do vírus. Dando negativo para raiva, o protocolo é que a gente encaminhe para o Instituto Evandro Chagas para saber se houve alguma arbovirose, dentre elas febre amarela”, explicou.

Ainda de acordo com a gerente, nos testes realizados em Teresina, foi descartada a morte por raiva. E agora o objetivo é investigar se esses animais morreram por febre amarela.

“Teresina não é uma cidade endêmica de febre amarela, mas mesmo assim fazemos a vigilância e por isso vamos investigar. Esse, inclusive é um protocolo do Ministério da Saúde”, afirmou.

Mais conteúdo sobre: