Piauí

Freitas Neto assume presidência do Sebrae na próxima quarta-feira

O novo presidente substitui Evandro Cosme de Oliveira e terá mandato até 2022.

O economista e ex-governador do Estado do Piauí, Antônio de Almendra Freitas Neto, será empossado na próxima quarta-feira (16) na presidência do Conselho Deliberativo Estadual, CDE, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí. A posse será administrativa, isto é, durante reunião do citado conselho. O novo presidente substitui Evandro Cosme de Oliveira e terá mandato até 2022.

Durante a mesma reunião de posse administrativa, marcada para acontecer às 17 horas, na sede do Sebrae no Piauí, assumirão os seus respectivos cargos o advogado Mário Lacerda (superintendente), o bacharel em Ciências Contábeis Delano Rocha (diretor técnico) e o advogado Júlio César Filho (diretor administrativo-financeiro). Ainda serão empossados os integrantes do Conselho Fiscal da entidade.

  • Foto: Divulgação/AscomDelano Rocha, Freitas Neto, Mário Lacerda e Júlio Cesar FilhoDelano Rocha, Freitas Neto, Mário Lacerda e Júlio Cesar Filho

O Sebrae no Piauí é uma sociedade civil sem fins lucrativos, constituída sob a forma de serviço social autônomo, mantida e administrada pela iniciativa privada, organizada numa instituição técnica de apoio ao desenvolvimento da atividade empresarial de pequeno porte, voltada para o fomento e difusão de programas que visam o fortalecimento das microempresas e empresas de pequeno porte.

Fazem parte do Conselho Deliberativo do Sebrae no Piauí representantes das seguintes entidades: Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico do Estado do Piauí, Sedet; Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado do Piauí, FCDL; Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, Senac; Associação Comercial Piauiense, ACP; Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Piauí, Fecomércio; Associação Industrial do Piauí, AIP; Federação das Indústrias do Estado do Piauí, Fiepi; Federação da Agricultura do Estado do Piauí, Faepi; Universidade Federal do Piauí, UFPI; Banco do Nordeste do Brasil; Caixa Econômica Federal, Instituto Euvaldo Lodi, Banco do Brasil, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Senar; e Sebrae Nacional.

Mais conteúdo sobre: