Política

Gilmar Mendes arquiva inquérito contra o senador Ciro Nogueira

Em sua decisão, Gilmar Mendes acatou o pedido da Procuradoria Geral da República, que apontou duplicidade dos fatos ora investigados, em razão de outro inquérito, sob relatoria de Rosa Weber.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o arquivamento de inquérito contra o senador Ciro Nogueira (Progressistas), que apurava o pagamento de vantagens indevidas a Ciro com base na delação da J&F.

Em sua decisão, Gilmar Mendes acatou o pedido da Procuradoria Geral da República, que apontou duplicidade dos fatos ora investigados, em razão de outro inquérito, sob relatoria de Rosa Weber.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Ciro Nogueira, Senador Ciro Nogueira, Senador

“Destaque-se que a jurisprudência desta Corte é no sentido de que a manifestação do Ministério Público Federal pelo arquivamento do inquérito, em caso da duplicidade de procedimentos investigatórios, deve ser acolhida”, escreveu Gilmar.

O primeiro inquérito já apurava pagamentos que teriam sido realizados em 2014, em contrapartida à atuação do parlamentar, na condição de presidente do Progressistas, numa suposta compra de apoio político em favor da reeleição da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).