Teresina - PI

Golpista é acusado de se passar por funcionário do Palácio da Música

Segundo a direção do Palácio da Música, Luciano já chegou a furtar na manhã de ontem cerca de R$ 2 mil, além de enganar diversas pessoas.

Willyam Ricardo
Teresina
- atualizado

A direção do Palácio da Música denunciou na manhã desta segunda-feira (21), um homem identificado apenas como Luciano, acusado de estelionato e falsidade ideológica. O caso foi registrado no 1° Distrito Policial, localizado no centro sul de Teresina.

Em entrevista ao GP1, a direção do Palácio da Música afirmou que Luciano já chegou a fatura desde o início desse mês de outubro, cerca de R$ 2.000 utilizando o nome do Palácio da Música. “Infelizmente, essa pessoa que se identifica como Luciano, ele tem conseguido até um bom dinheiro com isso. Ele conseguiu, até esse domingo (20), pela manhã, mais de dois mil reais com esse crime”, relata a direção.

  • Foto: DivulgaçãoRelatos de testemunhas e vítimas.Relatos de testemunhas e vítimas

Ainda de acordo com o Palácio da Música, o caso foi descoberto depois que uma empresa, cujo o nome não foi revelado, relatou para os membros da instituição a ocorrência. “Nós descobrimos esse golpe na cidade através de uma empresa, de um casal que toma conta dessa empresa, e ele chegou dizendo que era funcionário do Palácio da Música, inclusive ela gravou até um vídeo dele falando isso. E ela achou um pouco estranho e ligou para cá, só que o esposo dela já foi precipitado e já deu o dinheiro para ele e o golpista saiu do local. Ele também foi no Teatro do Boi e lá ele se identificou como diretor do Palácio da Música, sendo que o Teatro também é uma casa da prefeitura e, normalmente, a gente conhece os funcionários que trabalham nas casas. E de imediato eles entraram em contato comigo, chamaram os seguranças para tirar ele do local”, relatou a direção.

A direção relata que até escolas já caíram no golpe. A polícia segue fazendo as diligências cabíveis ao caso. Até o momento, ninguém foi preso.

Mais conteúdo sobre: