Teresina - PI

Greco deflagra operação e prende tenente da PM em Teresina

Além do policial, foram presos Juvenal Gomes de Brito, Marcelo Matos Costa (vigilante), Carlos Alberto Moraes Machado (servidor terceirizado do TJPI) e Tiago Gomes de Azevedo.

Jeyson Moraes
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

A Polícia Civil do Piauí, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), deflagrou operação contra venda ilegal de armas na manhã desta quarta-feira (18) e prendeu 5 pessoas nas cidades de Teresina e União. Entre os presos está um tenente da Polícia Militar do Piauí identificado como Luís Carlos de Sena Lima.

Segundo a Polícia Civil, as prisões são em decorrência de investigação no âmbito de inquérito policial que apura comércio ilegal de armas de fogo e associação criminosa. Além do tenente, foram presos Juvenal Gomes de Brito, Marcelo Matos Costa (vigilante de empresa de segurança), Carlos Alberto Moraes Machado (servidor terceirizado do TJ-PI) e Tiago Gomes de Azevedo.

Foram apreendidas 6 armas de fogo e munições durante a operação. Dentre os presos, Juvenal Gomes, Marcelo Matos e Carlos Alberto Moraes foram presos em decorrência de mandado de prisão temporária e flagrante delito por posse irregular de arma de fogo.

Tiago Gomes e o tenente Luiz Carlos de Sena foram presos por posse irregular de arma de fogo. De acordo com as investigações, Juvenal, Carlão e Marcelo, formalizaram informações que indicam tais pessoas como responsáveis pela comercialização de armas e munições, motivo pelo qual foram presos.