Nazária - PI

Homem é condenado a 21 anos de prisão por matar mototaxista em Nazária

A sentença do juiz de direito João Antônio Bittencourt Braga Neto, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, foi dada na terça-feira (17).

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O juiz de direito João Antônio Bittencourt Braga Neto, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, condenou José Nery de Sousa a mais de 21 anos de reclusão pelo assassinato do mototaxista José Hilton Pereira Costa, em setembro de 2019, em Nazária. O julgamento aconteceu, na terça-feira (17).

Segundo a denúncia do Ministério Público do Estado do Piauí, no dia 20 de setembro de 2019, por volta das 10 horas, José Hilton saiu de sua residência em uma motocicleta Honda CG 150 Fan, cor amarela (padronizada para serviço mototáxi), em direção ao povoado Campestre, zona rural de Nazária, com o objetivo de deixar uma sacola contendo roupas arrecadadas para famílias carentes na região.

  • Foto: DivulgaçãoAcusado de assassinar mototaxistaAcusado de assassinar mototaxista

Ao passar pelo local conhecido como ‘Curva do S’, a vítima foi abordada por José Nery, vulgo ‘Lourinho’, e o adolescente F. R. S., sendo que portavam armas de fogo e simulacro. Os dois, mediante grave ameaça, exigiram que a vítima descesse da motocicleta, deixando o veículo no acostamento da via vicinal. Posteriormente, adentraram com a vítima no matagal, onde José Hilton foi morto, mediante agressões praticadas pela dupla, que provocaram traumatismo cranioencefálico em múltiplas lesões na região da cabeça (parte temporal, perietal e maxilar).

O Ministério Público destacou que ficou demonstrado que a vítima era um filho querido e benquisto na localidade, inclusive no dia da morte tinha ido na região para realizar caridade através de doações de roupas e ainda que era pessoa trabalhadora, exercendo a atividade de mototaxista.

O magistrado condenou José Nery a 21 anos, 1 mês e 22 dias de reclusão, em regime fechado, por latrocínio (roubo seguido de morte) e corrupção de menores. Foi mantida ainda a sua prisão.

Entenda o caso

O corpo do mototaxista José Hilton Pereira Costa, de 51 anos, foi encontrado em avançado estado de decomposição na manhã de 22 de setembro de 2019, no povoado Campestre, na zona rural do município de Nazária, distante 35km de Teresina.

“Quando chegamos na estrada carroçal avistamos dois elementos em uma moto amarela, bloqueamos a estrada, mas eles desceram a pista, subiram novamente e não caíram da moto. Nós perseguimos eles, efetuamos um disparo e eles caíram da moto e entraram no matagal. Continuamos as buscas no matagal, mas não conseguimos lograr êxito”, explicou o cabo Francisco Alves, do Grupamento de Polícia Militar (GPM) de Nazária.

Os policiais recuperaram a moto e encontraram um documento em nome de José Hilton Pereira Costa, mas até então não sabiam que o mototaxista estava desaparecido e encaminharam a motocicleta para a sede do GPM de Nazária.

José Hilton havia saído de casa, em Teresina, na sexta-feira (20), para doar roupas. Parte do material foi recuperado, juntamente com objetos dos suspeitos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Polícia prende acusado de matar mototaxista de 51 anos em Nazária

Corpo do mototaxista é encontrado na zona rural de Nazária