São Julião - PI

Homem é condenado a 45 anos de prisão por matar a esposa em São Julião

O julgamento pelo Tribunal Popular do Júri da Comarca de Fronteiras aconteceu, no dia 5 de novembro, e foi presidido pelo juiz Thiago Coutinho de Oliveira.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

Alexandre Lima da Silva foi condenado a 45 anos de prisão pela morte da esposa, a suplente de vereadora de São Julião, Rosiana da Silva Pereira, no dia 11 de março de 2018. O julgamento pelo Tribunal Popular do Júri da Comarca de Fronteiras aconteceu, no dia 5 de novembro, e foi presidido pelo juiz Thiago Coutinho de Oliveira.

Rosiana, de 27 anos, foi assassinada com uma facada pelo marido em sua própria residência, situada no povoado Fujona, zona rural da cidade de São Julião. Ela chegou a ser socorrida e encaminhada para o Hospital Regional Justino Luz, em Picos, mas acabou não resistindo aos ferimentos.

  • Foto: Reprodução/WhatsappRosiana da Silva PereiraRosiana da Silva Pereira

Alexandre foi preso três dias depois na zona rural do município de Francisco Santos. Durante a prisão de Alexandre, ele alegou que não lembrava do ocorrido. A facada atingiu o coração da vítima.

Na sentença, o magistrado decidiu manter a prisão do réu para que aguarde resultado de recurso interposto no Tribunal de Justiça do Piauí.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

TJ nega liberdade a acusado de matar suplente de vereadora no Piauí

Acusado de matar suplente de vereadora é preso em Francisco Santos

Suplente de vereadora é morta pelo marido em São Julião do Piauí