Batalha - PI

Homem é preso acusado de estuprar criança de 4 anos em Batalha

O indivíduo, identificado como Francisco Antônio Vieira de Sousa, teria a pretensão ainda de adotar a vítima.

Laura Moura
Teresina
- atualizado

Um homem identificado como Francisco Antônio Vieira de Sousa, de 23 anos, foi preso no final da tarde desta quarta-feira (20) acusado de estuprar uma criança de apenas quatro anos de idade no município de Batalha. O indivíduo teria a pretensão ainda de adotar a vítima.

Em entrevista ao GP1, o delegado Dênis Sampaio, titular da Delegacia de Polícia Civil de Batalha, informou que tudo começou quando os pais da criança se separaram. A mãe ficou com as duas meninas e não tinha para onde ir. Foi quando Francisco Antônio e a esposa ofereceram ajuda. “Esse casal ofereceu abrigo para elas. Como a casa era pequena, a mãe dormia com filha menor e a de quatro anos dormia com o casal, que era quando acontecia os atos libidinosos. A companheira dele disse que não sabia”, afirmou.

Então, a mulher decidiu dar a criança ao casal devido à proximidade da filha com os dois. Ela comunicou ao pai, que não aceitou e a criança foi morar com ele. Depois disso, a atual companheira do pai da vítima constatou que ela havia sido abusada. “O pai achou estranho toda a situação. Aí, a atual companheira dele percebeu e foi perguntando aos poucos a ela. A mulher procurou o conselho tutelar e, em seguida, o conselho tutelar nos procurou”, completou.

O delegado ressaltou que o crime foi confirmado e que, mesmo se não houve conjunção carnal, tais atos cometidos pelo indivíduo já se enquadram como estupro de vulnerável. “A criança falou claramente sobre os abusos. O laudo do IML ainda não constatou se houve conjunção carnal, mas os atos libidinosos foram confirmados”, ressaltou o delegado.

Agora, Francisco Antônio se encontra preso na Delegacia de Polícia Civil de Batalha e aguarda a transferência para o sistema prisional do Estado. Ele já responde por outros crimes como tentativa de homicídio, maus tratos e lesão corporal.

Mais conteúdo sobre: