Cabeceiras do Piauí - PI

Homem morre após arma de fogo explodir na cidade de Cabeceiras

O sargento Luís, da PM, contou ao GP1 que o acidente ocorreu devido a vítima ter carregado sua arma caseira com munição em excesso.

Camilla Menezes
Teresina
- atualizado

Um homem identificado como César Santana da Conceição, de 35 anos, morreu após uma arma de fogo artesanal, modelo espingarda, explodir contra seu corpo ao efetuar um disparo. O acidente ocorreu por volta de 15h na tarde desse domingo (13), em Alto da Palmeira, na zona rural do município de Cabeceiras.

O sargento Luís, da Polícia Militar do Piauí, atendeu a ocorrência e contou ao GP1que a explosão ocorreu devido a vítima ter carregado a arma com munição em excesso. “O rapaz carregou a arma com munição em excesso e ao efetuar o disparo ela explodiu acidentalmente no rosto e no seu pescoço e ele veio a óbito na hora”, relatou.

O sargento contou ainda que acionou a perícia e o Instituto de Medicina Legal (IML) para realizar a remoção do corpo do jovem, mas a família não quis que ele fosse levado. “Eu acionei a perícia e o IML para removê-lo do local, mas a família tomou o corpo e disse que não queria que ele fosse levado para Teresina, porque seria complicado e não tinha condição para fazer isso. A família do rapaz ficou de levar o corpo para um médico para ele fazer a autópsia”, disse.

Luís informou que o policial que estava de plantão não conseguiu impedir a situação. “O policial que estava de plantão não conseguiu fazer nada, porque é só um militar na região e as pessoas estavam comovidas pela morte do jovem e estavam querendo agir com violência, então ele não conseguiu fazer nada. Foi alterada a cena do acidente, tiraram o corpo do local, lavaram lá. Mas, a situação foi registrada e comunicada para o delegado Denis, responsável pela região”, finalizou.

César Santana da Conceição era natural de José de Freitas. Não há informações de onde ocorreu o velório do jovem.