Teresina - PI

Homem morre após sofrer agressões no Promorar e irmão é suspeito

O irmão e o sobrinho da vítima, de nomes não revelados, são os acusados de terem realizado o crime, após uma suspeita de furto.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Um homem identificado como Carlos Alberto Rodrigues da Silva, 40 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (14), após dar entrada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) com lesões decorrentes de agressões sofridas no dia 5 novembro. O irmão e sobrinho são os suspeitos do crime.

Em entrevista ao GP1, o investigador Lourival Neto, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) Sul, informou que a Polícia Civil já foi notificada. “Sobre esse caso, nós fomos informados hoje, mas ainda não foi encaminhado para a DHPP Sul para ser investigado. O caso já chegou no departamento para ser analisado pelo coordenador, o delegado Barêtta, e depois será distribuído para nossa equipe Sul”, informou.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Lourival Neto, do DHPPLourival Neto, do DHPP

Irmão e sobrinho são suspeitos

O irmão e o sobrinho da vítima, de nomes não revelados, são os suspeitos das agressões. Carlos Alberto era suspeito de ter furtado um estabelecimento próximo a uma loja de propriedade do irmão, o que teria ocasionado o crime.

De acordo com informações, no dia 5 de novembro, o irmão de Carlos foi tirar satisfação com ele sobre o furto, pois teve que pagar R$ 500,00 para reparar os danos causados no estabelecimento vizinho. Após ser agredido, Carlos Alberto foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e ficou internado até o dia 8 de novembro.

Depois que saiu da unidade hospitalar, Carlos Alberto voltou a passar mal e retornou para o HUT, onde ficou internado, mas não resistiu e veio a óbito na manhã desta quinta-feira.

Mais conteúdo sobre: