Corrente - PI

Homem que estuprou mãe e filha é condenado a 12 anos de prisão no Piauí

Conforme a magistrada, a materialidade do crime contra as duas vítimas ficou comprovada, além de que o delito foi realizado com perfeita consciência do réu.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

A juíza substituta Viviane Kaliny Lopes de Souza, da Vara Única da Comarca de Corrente condenou Josemário Ribeiro da Cunha a 12 anos de prisão em regime fechado por ter estuprado sua ex-companheira e sua enteada em 2014, no município de Corrente. A decisão foi dada no último dia 19 de maio deste ano.

Conforme a magistrada, a materialidade do crime contra as duas vítimas ficou comprovada, além de que o delito foi realizado com perfeita consciência do réu.

“Então, tenho como amplamente comprovadas a materialidade e a autoria do Réu nos fatos ora perseguidos, comportando a tipicidade e antijuridicidade de sua conduta e a sua culpabilidade, na medida em que era imputável no momento do crime, tinha perfeita consciência da ilicitude de sua conduta e lhe era exigida conduta diversa na ocasião”, destacou.

A juíza ainda analisou a situação conforme os relatos das vítimas, testemunhas e do réu e com isso, a pena de Josemário ficou fixada em 12 anos de reclusão em regime fechado.

Prisão e crime

Uma operação realizada pela Polícia Civil do município de Corrente, juntamente com o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), prendeu no dia 3 de setembro de 2014, um homem identificado como Josemário Ribeiro da Cunha, que é acusado de estuprar a ex-companheira e a filha dela.

De acordo com o delegado titular da Delegacia da cidade, Rodrigo Morais Matos, o homem já era responsável pelo crime de estupro, quando no ano de 2011 abusou da sua enteada. Ele foi preso naquele mesmo ano, e cumpriu pena no presídio de Bom Jesus, e recentemente obteve a condicional.

“Quando a mãe da menina descobriu o fato, naturalmente separou-se do acusado. Inconformado com a situação e em liberdade, Josemário foi atrás da mãe da menina, sua ex-mulher, e a estuprou também”, relatou o delegado.
O delegado ressaltou que esse tipo de crime tem se tornado recorrente no município, e sempre que for necessário fazer uma operação dessa natureza para prender algum acusado, a delegacia irá solicitar a cooperação das forças de elite da Polícia Civil. E disse ainda que o acusado será novamente transferido para o presídio de bom Jesus.

NOTÍCIA RELACIONADA

Homem acusado de estuprar mãe e filha é preso em Corrente