Ciência e Tecnologia

Instagram oferece apoio a pessoas que enfrentam depressão e ansiedade

O GP1 acessou o aplicativo para entender o passo a passo do apoio prestado pela plataforma aos seus usuários.

Thais Guimarães
Teresina
- atualizado

A rede social Instagram oferece uma ferramenta para prestar auxílio a pessoas que estão enfrentando problemas de saúde como depressão e ansiedade. O GP1 acessou o aplicativo para entender o passo a passo do apoio prestado pela plataforma aos seus usuários.

Na sessão de busca, ao inserir as palavras-chave “depressão” ou “ansiedade”, aparece uma mensagem oferecendo suporte. Ao clicar em “obter suporte”, a pessoa é direcionada para uma seção onde se lê “Podemos ajudar? Se estiver passando por um momento difícil e precisar de apoio, gostaríamos de ajudar”.

  • Foto: ReproduçãoInstagram direciona usuários após buscas por palavras-chave como depressão ou ansiedadeInstagram direciona usuários após buscas por palavras-chave como depressão ou ansiedade

Nesta seção, o Instagram disponibiliza três opções: falar com um amigo, entrar em contato com um voluntário da linha de apoio do Centro de Valorização da Vida (CVV), ou encontrar maneiras de se ajudar.

Na opção de falar com um amigo, a plataforma orienta a pessoa a ligar ou enviar uma mensagem para alguém em quem confia. “Se estiver com dúvida sobre o que falar, talvez você possa dizer algo como: Estou passando por um momento difícil e gostaria de conversar com você sobre isso”, diz a orientação.

  • Foto: ReproduçãoRede social oferece apoio a pessoas com problemas emocionaisRede social oferece apoio a pessoas com problemas emocionais

Se a pessoa escolher falar com um voluntário, será direcionada para uma seção contendo o número do CVV, e links para o e-mail e o bate-papo da instituição de apoio. A opção que mostra maneiras de se ajudar elenca o que pode ser feito para reverter ou amenizar uma crise emocional. “Procure se acalmar; mude de ares; cuide-se” são os conselhos que aparecem no aplicativo.

Centros de apoio

O Centro de Valorização da Vida (CVV) atua no apoio emocional, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone, e-mail, chat e Skype 24 horas por dia. Para entrar em contato basta ligar 188.

O Centro Débora Mesquita (CDM) é outra instituição localizada em Teresina que atua diretamente na prevenção do suicídio. A ONG atende nos seguintes telefones: (86) 99827-3343/ 98894-5742.