Altos - PI

Integrante de quadrilha é condenado à prisão por explodir banco em Altos

A sentença da juíza de direito Andrea Parente Lobão Veras, da Vara Única da Comarca de Altos, foi dada no último sábado (12).

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

A juíza de direito Andrea Parente Lobão Veras, da Vara Única da Comarca de Altos, condenou Rafael Ribeiro de Lima a 14 anos e 7 meses de prisão pelo roubo à agência do Banco Bradesco do município, em janeiro de 2018. A sentença foi dada no último sábado (12).

Segundo a denúncia, na madrugada do dia 12 de janeiro de 2018 a agência do Banco Bradesco, localizada em Altos, foi alvo de uma quadrilha, tendo sido levada a quantia de R$ 140 mil. Logo após o crime, o grupo fugiu em um veículo Ford Ranger em direção a Beneditinos, portando armas de alto calibre.

  • Foto: Divulgação/PMAssaltante de banco é preso pela Polícia Militar em TeresinaAssaltante de banco é preso pela Polícia Militar em Teresina

Consta que Rafael se deslocou até a cidade de Altos, no dia 10 de janeiro, e verificou se nos caixas eletrônicos havia dinheiro através da consulta nos terminais na opção “ver notas disponíveis para saque”.

“Ciente da existência de dinheiro, arquitetou a empreitada criminosa junto com seus comparsas para o dia 12.01.2018”, diz trecho da denúncia.

A magistrada destacou na sentença que “a materialidade do delito está comprovada pelo auto de apreensão do qual se constata a apreensão, com o réu Rafael Ribeiro da Silva, de dinheiro envolvido em papel timbrado do Banco Central, totalizando R$ 24.536,87, além de dois cilindros de gás e um maçarico com regulador de pressão e mangueiras, uma furadeira, uma máscara protetora para gás e uma chave para veículo Ford. Consta, ainda, mídia com imagens do circuito interno da agência bancária”.

Rafael então foi condenado a 14 anos e 7 meses de prisão, em regime fechado, além do pagamento de 147 dias-multa.

Relembre o caso

Uma quadrilha composta por aproximadamente sete homens explodiram a agência do Bradesco, por volta das 3 horas da madrugada, do dia 12 de janeiro de 2018, na cidade de Altos. Os bandidos ainda trocaram tiros com a PM.

De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil na época, três terminais foram explodidos durante ação e devido a grande quantidade de dinamites usadas a estrutura da agência ficou comprometida.

Rafael, mais conhecido como Rafael “Perneta”, foi preso no dia 7 de fevereiro do mesmo ano, no Vale do Gavião, zona leste de Teresina. Na ocasião, foram apreendidos aproximadamente R$ 25 mil com lacres do Banco Central.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Assaltante de banco é preso em ação da PM na zona leste de Teresina

Assaltantes explodem agência do Bradesco em Altos