Teresina - PI

Juiz arquiva inquérito que apurava morte de homem no Vale Quem Tem

A decisão é do juiz Jorge Cley Martins Vieira, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina, publicada no Diário Oficial de Justiça no último dia 8 de outubro deste ano.

Davi Fernandes
Teresina

O juiz Jorge Cley Martins Vieira, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina, arquivou o processo de investigação da morte de Paulo Henrique Ferreira de Oliveira, que foi assassinado a tiros no dia 20 de junho de 2017, na Rua Ilhotas, bairro Vale Quem Tem, na zona leste de Teresina. A decisão é de 7 de abril e foi publicada no Diário Oficial de Justiça no último dia 8 de outubro deste ano.

Nos autos, o magistrado explicou que mesmo existindo provas de materialidade, pois a vítima morreu em decorrência da prática de homicídio, não foi possível localizar os autores do crime. “No caso em comento, em que pese a existência da materialidade comprovada pelo laudo cadavérico, apesar das diligências empreendidas, não foi possível localizar os autores do fato em análise”, destacou o juiz.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Populares estiveram no localPopulares estiveram no local

Relembre o caso

Um homem identificado como Paulo Henrique de Oliveira, vulgo Piti, de 36 anos, foi morto a tiros no fim da manhã de 20 de junho de 2017, na Rua Ilhotas, Vale Quem Tem.

O homem na companhia de uma amiga, trafegavam na via em uma motocicleta Honda de placa OEI-5029, de cor preta, quando foram interceptados por um carro de cor preta. Em seguida, efetuaram dois disparos de arma de fogo contra Paulo.

A investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), apontou que o crime teve características de uma execução. A vítima era suspeita de envolvimento em assaltos na região e também de participar de um triplo homicídio, ocorrido um dia antes da sua morte.

NOTÍCIA RELACIONADA

Homem é executado na frente da amiga na zona leste de Teresina

Mais conteúdo sobre: