São Braz do Piauí - PI

Juiz bloqueia R$ 100 mil de ex-vereador Sarail Pereira da Silva

A sentença foi dada em 13 de junho de 2017 pelo juiz Igor Rafael Carvalho de Alencar, da 2ª Vara da Comarca de São Raimundo Nonato.

Gil Sobreira
Teresina
- atualizado

Acusado pelo Ministério Público, o ex-presidente da Câmara Municipal de São Braz do Piauí, Sarail Pereira da Silva, foi condenado em ação civil por improbidade administrativa e teve os direitos políticos suspensos por cinco, proibido de contratar com o Poder Público, além da devolução dos valores referentes ao dano causado ao erário.

A sentença foi dada em 13 de junho de 2017 pelo juiz Igor Rafael Carvalho de Alencar, da 2ª Vara da Comarca de São Raimundo Nonato, que determinou a indisponibilidade de todos os bens móveis e imóveis do ex-presidente e o bloqueio de R$ 100.000,00, com o alcance em todas as contas bancárias.

O ex-presidente foi acusado de contratar irregularmente o advogado Alexandre da Silva Macedo para a prestação de serviços de assessoria jurídica e Ionara Moraes de Oliveira, para a prestação de serviços contábeis. Sarail Pereira da Silva foi ainda acusado de variar os subsídios dos vereadores em relação ao ano anterior e da ausência de retenção do INSS.

Cabe recurso ao Tribunal de Justiça.

Outro lado

Procurado pelo GP1 na manhã dessa segunda-feira (19), o ex-presidente não foi localizado para comentar o caso. O GP1 continua aberto para quaisquer esclarecimentos.