Teresina - PI

Juiz decreta prisão preventiva de acusado de explodir bancos no Piauí

Marcelo Pimentel Cunha é apontado como líder da quadrilha responsável pelos assaltos aos bancos do Brasil e Caixa Econômica Federal, ocorridos em abril deste ano, que terminou com 9 bandidos abatidos.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

O juiz Jorge Cley Martins Vieira, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina, decretou nesta quarta-feira (4), a prisão preventiva de Marcelo Pimentel Cunha Nery, vulgo “Marcelo Negão”, que foi preso na noite da segunda-feira (2), em Campo Maior.

O criminoso é apontado como líder da quadrilha responsável pelos assaltos aos bancos do Brasil e Caixa Econômica Federal, ocorridos em abril deste ano, que terminou com nove bandidos abatidos pela polícia. Nos autos, o juiz destaca que Marcelo Negão possui uma extensa ficha de antecedentes criminais, como a prática de crimes de roubo, homicídio e associação criminosa.

  • Foto: Divulgação/PMMarcelo Negão, preso em Campo MaiorMarcelo Negão, preso em Campo Maior

O magistrado apontou ainda que o suspeito possui periculosidade e que empreendeu fuga durante a abordagem policial, quando estava portando um fuzil AK 47. “No caso em apreço, ressalta-se a periculosidade do agente, que durante a abordagem, empreendeu fuga, tendo sido preso na posse de um fuzil AK 47, de uso restrito e de alto potencial lesivo. Não fosse isso, ainda é foragido do sistema prisional, evidenciando a necessidade de manutenção da sua prisão diante do risco de fuga e da tentativa de furta-se da aplicação da Lei Penal”, destacou.

Entenda o caso

Marcelo Negão foi preso na noite dessa segunda-feira (02) com várias armas e munições que seriam utilizadas em ações contra instituições financeiras no estado do Piauí. Houve perseguição e uma pessoa foi feita refém por um dos bandidos.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, uma equipe tentou realizar a abordagem a um veículo modelo Hyundai HB20, no entanto, os ocupantes empreenderam fuga e deu-se início a uma perseguição, que contou com o apoio dos policiais do 15º Batalhão da Polícia Militar.

Vídeo flagra prisão de líder de grupo acusado de explodir bancos no Piauí

A Polícia Rodoviária Federal no Piauí (PRF-PI) divulgou na tarde desta terça-feira (3), os vídeos que mostram o momento em que dois suspeitos de assaltos a bancos, identificados como Marcelo Pimentel Cunha Nery, vulgo “Marcelo Negão”, e Misael Queiroz Alves, foram presos na noite de ontem com com várias armas e munições que seriam utilizadas em ações contra instituições financeiras no estado. Veja a matéria completa: https://www.gp1.com.br/noticias/camera-flagra-prisao-de-lider-de-grupo-acusado-de-explodir-bancos-no-piaui-467534.html #PortalGP1 #GP1 #CampoMaior

Posted by GP1 - O 1º Grande Portal de Notícias do Piauí on Tuesday, December 3, 2019

Os policiais conseguiram interceptar o veículo e os dois suspeitos continuaram a fuga a pé. Marcelo Negão invadiu um estabelecimento comercial e lá ele fez o proprietário do local refém e somente o liberou, após negociação com as forças de segurança.

Dentro do carro, foram encontradas armas de grosso calibre, utilizadas para realizar crimes contra instituições financeiras como 01 fuzil AK-47, 169 munições de 7,62, quatro carregadores de AK-47, uma pistola .40 com carregador e 25 cartuchos. Além disso, havia ainda uma balaclava, material de uso pessoal, dois coletes balísticos, duas mochilas táticas e aparelhos celulares.

Todo o material apreendido, juntamente com os suspeitos, foram encaminhados para o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO).

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Líder de quadrilha acusado de assalto a bancos é preso em Campo Maior

Câmera flagra prisão de líder de grupo acusado de explodir bancos no Piauí